03/03/2017

Bullying. Eu sofri. Eu pratiquei. Eu hoje conscientizo - Mar'Junior


Título: Bullying. Eu sofri. Eu pratiquei. Eu hoje conscientizo.
Ano: 2012                                                                                                              Editora: Novo Ser
Páginas: 128                                                                                                        Compre aqui: Saraiva
Autor: Mar'Junior                                                                                             Skoob
Exemplar cedido pelo autor.

Sinopse: Mar'Junior nos brinda com este livro corajoso, em que desnuda não só o que sofreu, mas o que fez sofrer. Mar' faz desse sofrimento pessoal matéria-prima para que o sofrimento - pelo menos dos tão jovens - seja cada vez mais banido dos seus ambientes. No momento em que tanto se fala do bullying, este é um livro que, não apenas deve ser lido, mas que precisa ser lido.

Oiii gente,  tudo bem?
Hoje venho trazer a resenha do livro que o autor me cedeu para que resenhasse para vocês, logo que vi seu instagram fiquei interessada em sua obra e aceitei de primeira, não sabia como negar porque querendo ou não esse é um dos assuntos que fazem parte dos nossos dias e isso vem de longe.

Além do mais, é o primeiro livro que resenho no Segredos Literários desse assunto, é sempre bom trazer inovação para vocês que me acompanham diariamente.



Bullying é um livro que aborda um assunto tanto complicado de ser lidado até hoje, as pessoas evitam falar sobre os acontecimentos que estão vivendo e até mesmo em seus livros, com isso esses preconceitos são feitos de diversas maneiras e lugares, mas principalmente em escolas e crianças com pouca condição financeira, onde não possuem roupas de marca ou até mesmo sendo um pouquinho fora do patrão da sociedade, ser magro. Por entre tudo isso, acontecem casos que até hoje as pessoas evitam e fecham os olhos ao comentar, pois não sabiam que estavam acontecendo.

"Não existe mais o almoço e nem os jantares juntos, nem os domingos,que era tradicional. Poucas famílias mantêm essa relação." Pág. 18
O autor Mar’ Junior traz a sua história de vida nesse livro, de tudo que viveu e aprendeu de algumas maneiras erradas. Nunca tivera fortuna nenhuma e as vezes passava fome, não tinha o que comer e isso o deixava abalado, mas o que lhe mantinha forte era saber que sua mãe o amava e cuidava de seu menino com muito amor, mesmo que aquele dia não iriam jantar e dormir com a barriga roncando.



Seu maior confronto todos os dias era seu pai, que lhe obrigava a ser um menino mal e valente com seus coleguinhas, seu pai agredia a todos que não faziam as suas vontades, sem falar de sua mãe que apanhava diariamente na frente dos filhos e quem procurasse defender, levava outro tapa e assim seus dias iam se desenvolvendo com a sua idade. Aprendera com a dor que tudo tinha que ser diferente, seu pai achava que fazendo esse mal, ele estava ganhando algo em troca, mas não tinha noção que as coisas funcionam dessa maneira, aliás crescera assim e nunca ninguém lhe deu um basta.

"Um alerta. As agressões nos lares são maiores do que nas escolas. Então, por favor, denuncie quando souber que pais agridem seus filhos e filhas agridem seus pais." Pág. 74

Diante de tantos momentos de sofrimento, cresceu e soube que isso era o mal, que o mundo e nem ninguém precisam sofrer preconceitos por ser um pouquinho diferente ou como falam “fora do padrão”, mas é o mais lindo e atraente. Aprendeu que nem todos devem aguentar e ficar calado, que é preciso revidar, não com agressões, mas com diálogos que podem fazer uma grande diferença de cada indivíduo. É aprendendo que se muda, é errando que a gente aprende.


Esse foi um dos livros que puder ler rapidinho, como podem ver ele é bem curtinho, com pouquíssimas páginas e atraente aos olhos de todos com essa capa linda, trouxe muito o que revelar e encantar. A edição é encantadora, folhas brancas e letras pretas, o bom é que a escrita não passa para o outro lado e isso me agrada, sou apaixonada por folhas assim, ainda mais pela leveza que possuem.

A escrita do autor é detalhista, forte e realista, percebe-se toda a sua dor que vivenciou e sobre como se arrependeu em certos momentos, soube se expressar de um jeito incrível e fiquei contente em não encontrar nenhum erro ortográfico na obra. A história em si me agradou por ser um texto real e nada muito enrolado, possui todo um enredo forte que pode prender o leitor em todos os momentos.


Sobre o autor:
Mar’ Junior nasceu no Rio de Janeiro em 1961. De uma família de cinco irmãos por parte da mãe e mais quatro por parte de pai, teve uma infância muito complicada, mas conseguiu sobrevier a tudo isso. Aos 20 anos, teve a sua maior perda: sua mãe faleceu em função de um aneurisma cerebral. Mar’ Junior é ator, diretor, produtor, apresentador, autor teatral, roteirista, escritor e empresário.





Espero que tenham gostado dessa resenha e até a próxima meus amores!

40 comentários:

  1. Ufa! Veio-me a lembrança... obrigado por ter decifrado tão bem as minhas emoções... beijos Mar'

    ResponderExcluir
  2. Oi, Morgana.
    Acho que para quem aprecia, estudo ou talvez queira conhecer a temática Bullying o livro seja interessante. Como tenho críticas sobre a forma como o assunto é tratado, não compraria o livro, as pessoas querem colocar sério problemas sociais num pacote "Bullying: problema da escola" e a coisa é muito mais séria, os problemas têm raízes muito mais profundas.

    ResponderExcluir
  3. Oi Morgs, não li o livro, mas acho que aqui o problema nem é o bullying em si, mas toda a violência doméstica que ocorria. Em minha opinião hoje em dia tudo está virando bullying, o que é errado. Não sou educadora e nem a sabe tudo, mas uma pessoa que receba apoio e saiba que é valorizada em casa, não vai sofrer bullying, e se caso venha a sofrer, será capaz de erguer a cabeça. Não digo que a pessoa sofra bullying porque quer, mas é preciso ter mais confiança em si mesma, e os pais precisam parar de tratar os filhos como bibelôs. Como disse, a violência aqui é que me chamou atenção.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Li um livro obre essa temática e de fato quando ele é bem detalhado a leitura torna-se até densa demais e difícil de ler de tamanha crueldade que acontece às vez ao ponto de fazer uma pessoa se matar. É um tanto difícil mas é uma realidade que por vezes é velada.

    Memórias de uma Leitora
    memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  5. Caramba que livro legal e super importante atualmente se falar sobre isso! É bom saber que ele aborda o que aprendeu e também o que viveu! Espero que ele possa ajudar muitas pessoas com suas experiências a se encontrarem!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Não conhecia a obra ou o autor, mas eu tenho sérios problemas com bullying, porque sou da geração anterior a fraqueza. Sou da geração da zoação e fui zoada até não poder. Eu era o protótipo do esteriótipo: negra em colégio de brancos, pobre em colégio de ricos, quatro olhos, cdf, mimada, esportista e nerd. Por incrível que pareça eu nunca sofri bullying, pq nenhum valentão tirava onda comigo, não porque eu era forte ou batia em todo mundo, mas pq naquela época eu tinha espinha de aço e quem falasse o que queria ouviria o que não era agradável... Respostas sempre na ponta da língua.

    Bjss

    ResponderExcluir
  7. Oi Morgana! Tudo bem?
    Não conhecia o livro e nem o autor, mas o livro me chamou a atenção, pois tema se tornou algo tão comum e banal, fato que jamais deveria acontecer. Me interessei e vou ler sim! Parabéns pela resenha e dica anotada!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Uma temática bastante atual (infelizmente)... Meu trabalho me faz ter contato quase que diariamente com casos dos mais abusivos possíveis, principalmente em ambiente escolar. Este livro em questão eu ainda não li, e agradeço a dica, será de muita utilidade.

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Apesar de não ser um conteúdo muito original, percebi que a forma como a história é contada, é bastante distinta dos demais livros que têm a mesma temática. O fato do autor trazer aos leitores aquilo que ele vivenciou e ressaltar que além de sofrer, também praticou o bullying, é de uma autoconscientização e coragem magníficas! Abrir particularidades de sua vida é algo que requer muita hombridade. Eu amei isso. Parabéns pela parceria!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  10. Que livro incrível. Eu sofri bastante na escola por ter o cabelo mega cacheado na onda dos lisos kkk

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Adorei a dica, acho que esse tema tem que ser muito discutido na sociedade, lembro que nas escolas eles davam mais importância no começo, hoje em dia nem tanto.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  12. Olá
    A temática bulling tende a me afastar um pouco da leitura, acho que já estou meio saturada do assunto, mas sendo um história real contada pela pessoa que viveu os dois lados, acho que deve ser uma história interessante. Dica anotada.

    ResponderExcluir
  13. Oiii tudo bem??

    Parei de ler livros sobre esse tema, pois as pessoas não sabem diferenciar uma coisa da outra, como a Fabrica de contos disse anteriormente acredito que nesse caso o bulling não seja o problema.
    As pessoas andam desinformada e acham bonito a palavra e querem usar, mas muitas vezes não sabem o que realmente significa. Adorei sua resenha me deu uma boa visão sobre o livro, mas acredito que irei passar por todos os motivos acima.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  14. Já gostei desse livro, só do simples fato do autor tocar em um assunto tão delicado e ainda retratar a sua infância.
    Infelizmente isso ocorre diariamente, eu mesma já senti na pele e sei o quanto a situação é sofrida.
    Enfim, espero ter a chance de ler essa obra algum dia.

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Já li vários livros sobre o assunto e nunca me cansarei do gênero. Aqui onde moro o bullying não é tão presente, mas existe e atormenta a vida de algumas pessoas, principalmente adolescentes. Eu nunca lidei com a parte ruim mesmo, pesada do bullying, porém tenho consciência de que não deve ser nem um pouco legal. Achei a proposta do livro muito boa, já tinha ouvido falar no livro e depois de sua resenha só fiquei mais curiosa e desejosa de ler a obra.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Já li alguns livros que tinham o bullying como tema mas acho que nenhum deles era tão denso e forte quanto esse. O bullying por si só já é um tema pesado, o que já torna a leitura um pouco mais difícil mas nesse caso a leitura parece carregar ainda mais a emoção do leitor por contas das situações vividas pelo autor. Parece ser um livro que tem muito a ensinar e a fazer refletir, ainda mais por ser um assunto ainda muito atual.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. O assunto por si só já é polêmico. Imagina sendo narrado por alguém que passou por isso, nos dois lado da moeda?

    Fiquei curiosa!
    bjos

    ResponderExcluir
  18. Oiii!

    Eu não conhecia o livro mas achei muito importante e necessário, assim podemos ter bons debates sobre esse assunto que ainda causa grandes vítimas!
    A resenha está ótima!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Oi Morgs! Nossa, esse livro é um relato e tanto. É sempre bom abordar temas como o bullying. Quem sabe através da literatura, seja possível uma conscientização maior e levar mensagens positivas para todos. Parabéns pela resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  20. então,Bullying é um tema complicado, mas fiquei curiosa em ler a fim de enxergar por outra perspectiva... achei interessante vc trazer o tema pro blog através dessa resenha...
    bjs...

    ResponderExcluir
  21. Bullying é uma coisa complicada demais... Apesar de ter interesse sobre o tema, não consigo me ver lendo esse livro. Porém, é importante pra caramba que haja quem esteja disposto a escrever sobre.

    ;*

    ResponderExcluir
  22. Olá Morgs, tudo bem?
    Apesar de ser um tema bem recorrente eu amei esse livro, principalmente por trazer uma história verídica. Acredita-se que temas recorrentes são chatos, mas eu creio que depende da forma como ele e abordado. Eu amei a premissa desse livro e espero poder lê-lo em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Olá!

    Não conhecia o livro, mas achei super válida a resenha! Precisamos de mais livros como esse, verdadeiros instrumentos na conscientização de que bullying é algo errado e gravíssimo!

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Não conhecia esse livro ainda e nem o autor, mas me parece ser uma leitura intensa e dolorosa.
    Particularmente, a questão da violência doméstica me parece ser a mais difícil de digerir.
    Não sei se leria o livro por ser uma leitura mais pesada e porque eu tenho uma certa cautela com livros que abordam o bullying. Parece que hoje tudo é considerado bullying e vejo algumas abordagens sobre esse tema que não concordo muito.
    De qualquer forma, gostei bastante da sua resenha e fico feliz que tenha sido uma boa leitura para você.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. ola
    è um tema atual e ue deve sempre ser abirdado para conscientizar as pessoas.
    pela sua resenha parece um bom livro.
    No momento não é o tipo de leitura que procuro, mas é uma boa dica.
    bjs

    ResponderExcluir
  26. Na minha época de escola a palavra bullying nem era utilizada e sinceramente quando começaram a surgir livros sobre o assunto li vários, mas acabei me cansando do tema. Esse vai um pouco além já que o autor fala dos seus problemas em casa e do fato de ter praticado bullying, mas mesmo assim não sei se leria.

    ResponderExcluir
  27. Nossa, imagino o sofrimento que ele passava com seu pai.
    Gostei do título e acho que remete bem ao que o livro quer passar.
    Nao conhecia o livro e o tema sempre me chamou a atenção, vou depois conferir melhor o livro na íntegra.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  28. Olá linda,

    Outro dia estava lendo sobre isso e um dos maiores enganos das pessoas é achar que tudo é bullying. No âmbito escolar o termo é aceitável, fora dele é violência verbal, emocional e física.

    O maior problema é que ensinamos as crianças a denunciarem atos de bullying, mas não fortalecemos seu suporte emocional e mental para essas coisas. Ser mais forte e ignorar quem o agride e ajudar o coleguinha a encontrar uma saída desse ciclo de violência e não vitimizar todos o tempo todo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  29. Oie, tudo bem?
    Ainda não li nenhum livro com a temática bullying, mas penso que já está na hora de mudar isso! Esse parece ser um ótimo livro para começar, ainda mais por ser curtinho. Vou procurar adquirir ele o mais rápido possível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Oi, Morgs!
    Já tinha visto esse livro em alguns blogs, mas ainda não tinha lido a resenha.
    Assim como li em um comentário acima, o que mais me chamou a atenção foi a questão da violência doméstica sofrida pela mãe e as agressões que a criança/autor sofriam na infância. Creio que essa temática é aparentemente bem mais forte no livro do que o próprio bullying.
    Esse assunto é interessantíssimo e precisa ser combatido sim, mas tbm concordo que hoje em dia qualquer coisa se torna bullying e há de se tomar cuidado com a abordagem.
    Não é um livro que eu leria, mas acho válido pra quem utiliza como objeto de estudo, principalmente pra quem trabalha nas escolas ou conhece alguém que sofre/pratica.
    Bjocas,

    www.umdiamelivro.com.br
    www.youtube.com/literamigas4

    ResponderExcluir
  31. Oiie Morgs!

    Adorei a indicação. Este é um tema que necessita ser mais abordado! :)

    Vou procurar para ler e abordar no meu blog também

    Beijos!

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Adorei a indicação de leitura! Acho esse tema muito importante de ser trabalhado e um livro que valeria a pena ser trabalhado na escola, já que também é bem pequeno e chama a atenção.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  33. Olá Morgs, eu já conhecia o livro, mas ainda não tive a chance de lê-lo =/ Pela sua resenha deu para perceber que o autor trás com sua historia uma lição bem bacana. Dica anotada.

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  34. Oi Morgs!
    Achei muito bacana a ideia do livro, principalmente por ser uma história verídica.
    O bullying é um assunto muito sério e que precisa ser discutido na atualidade, já que estamos perdendo nossos valores.
    Doeu meu coração saber como o autor sofreu e espero que hoje, essa dor tenha ficado no passado.
    Bj

    ResponderExcluir
  35. Olá
    estou impressionada com o título, que arraso, já quero para ontem esse livro. Muito legal da parte do autor reconhecer o seu erro e hoje admitir e ver que aprendeu com eles, por mais pessoas assim e parabéns pelo psot, amei a premissa do livro

    beijos

    ResponderExcluir
  36. Olá Morg, tudo bem? De fato é um livro com tema bem atual e podemos dizer "pesado". O bulliyng pode vir de várias formas e acabar com várias vida. Sempre me interessei em saber mais sobre o assunto e com isso dica mais que anotada. Ainda mais esse sendo baseado em fatos reais. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  37. Oi Morgs!
    Otima resenha flor.
    Realmente esse é um tema delicado e que precisa ser debatido cada vez mais. Achei a história ben impactante e fiquei ben curiosa com a obra do autor. Aliás não tinha conhecimenti sobre ele e sua obra, mas vou procurar saber mais depois de ler sua resenha.

    Beijos
    aventurandosenoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  38. Oi, tudo bem?
    Nossa, que livro interessante!! Eu nunca me importei muito com o que falavam, mas tinha que aguentar algumas coisas na época da escola por ser quieta demais, entre outras coisas, mas também já estive do outro lado, mesmo que na época não tivesse tanta noção do que poderia causar na outra pessoa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  39. Oii Morgana.
    Ainda não conhecia esse livro, mas adorei a premissa que ele pretende abordar, bulling é sempre um tema que precisa ser debatido na sociedade.
    Suas fotos ficaram lindas, amei.

    ResponderExcluir
  40. Amei a proposta do livro e parece que veio no momento certo pois estou fazendo um projeto com meus alunos sobre o bullyng, ele é um assunto que é tão real e tão forte porém a maioria das pessoas ensiste em diminuir a importância de combatê-lo

    ResponderExcluir

Segredos Literários | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS